31.12.09

Muito Obrigado!


Agradeço a todos aqueles que me deram a oportunidade de os conhecer, ou de os conhecer melhor ao longo deste ano de 2009 e que são pessoas de grande carácter e humanidade.

Para todos vós e de vós, os que lerem este texto, sabem de quem estou a falar, o meu MUITO OBRIGADO por esta oportunidade.

Nunca pensei, com esta idade, num só ano, ter ficado a ter, por tanta “gente nova”, um grande respeito, muita consideração e sobretudo amizade.

“Dos Fracos Não Reza a História”

BOM ANO!



Rolling Stones - Satisfaction

Surrender

Cheap Trick "I Want You To Want Me"

Jhon Travolta - Satarday Night Fever

Airport dos Motors - Um Clássico

O Cachimbo de Magritte.

Trabalhadores com recibos verdes seriam prejudicados.

Com o novo Código Contributivo, cuja entrada em vigor foi adiada para 2011, 40% dos trabalhadores independentes seriam prejudicados nas contribuições à Segurança Social, caso as novas regras fossem aplicadas já em 2010.

Como todos sabemos, o recibo verde quando não utilizado para o fim que está destinado, trabalho eventual ou pontual, ou seja, quando é utilizado como instrumento para mascarar um contrato de trabalho a termo certo ou incerto, para além de nefasto é imoral. Convém não esquecer que o grande abusador desta situação foi até hoje o Estado.

Acontece porém que os recibos verdes utilizados para os efeitos que estão previstos, no fundo empresário em nome individual, fazem todo o sentido. Vejamos um fotografo, um músico ou um artista que de vez em quando é contratado por alguém ou por uma empresa pontualmente para um evento; um pintor, um pedreiro, um canalizador ou um electricista que é chamado pontualmente para um trabalho especifico; um jovem estudante que que pontualmente faz um trabalho num restaurante, numa loja ou numa acção promocional; um advogado, um dentista, um arquitecto, um engenheiro, um medidor que fazem trabalhos pontuais para diversos clientes, etc.etc., tudo isto profissões ou actividades em que na maior parte das vezes não recebem ordens, que não têm, na maior parte dos casos, um horário de entrada e de saída impostos por quem quer que seja, que utilizam equipamento próprio,etc. etc.

Portanto, a questão que se levanta é se será justo que o novo código contributivo que está previsto e que felizmente, recentemente por proposta do CDS-PP, foi adiado por um ano, venha a penalizar não só todas as pessoas que trabalham, exercem as suas profissões nestas áreas, mas também todos aqueles que os contratam?

Mas deixo ainda mais 2 questões:
1 - Será que o recibo verde, com toda a burocracia que implica ainda faz sentido para todas estas actividades?
2 - Ou será que deviam ser encontradas instrumentos mais aligeirados para algumas destas actividades?

Juiz de Aveiro ao Sol - Estou disponível para esclarecer tudo.

Parabéns João!


O meu amigo João Marchante alcançou ontem as 100.000 visitas no seu blog "Eternas Saudades do Futuro", sem dúvida, um bonito número .

"O Homem da nossa década"


Deixo a aqui o link para um post de Jorge Costa, publicado no blogue " O Cachimbo de Magritte", ontem, 30 de Dezembro, referindo-se a José Socrates e caractrizando a influencia que teve a sua governação nesta última década em Portugal.

"Ele foi o rosto do Portugal com meio milhão de ..."

30.12.09

Paulo Aido à Revista Festa.


"Todos temos um metro quadrado de influência que não deve ficar nunca na gaveta".

Clique aqui e veja na integra a grande entrvista dada por Paulo Aido à Revista Festa.

Na Pontinha CDS-PP também forma bancada autónoma.

Fonte: Nova Odivelas.

A. Freguesia Póvoa St.º Adrião.

29.12.09

"E Tudo a Chuva Levou"


É o nome da primeira reportagem da Secção Multimedia do Diário de Odivelas e como não podia deixar de ser é da autoria de Henrique Ribeiro.

Desde já dou os meus parabéns por mais esta inovação no portal e aproveito para dar mais uma dica. Se o meu caro amigo quiser dar um "saltinho" ao refeitório da esquadra da P.S.P. em Odivelas, vai ver a água que por lá anda, também ela vinda de um Jardim feito em conta-relógio para as eleições, aquele mesmo, que em vez de dar música como o nome indica, parece que mete água por todos os lados.

Certificação da Marmelada em Curso.

Pensamento do dia (2).


Saudade.

Cheio de saudade de uma grande amiga, faz hoje um ano que partiu. Que Deus a tenha e a ajude lá em cima a acompanhar os seus e já agora, a nós também.

Pensamento do dia (1).


Hoje sou um pai feliz.

Apesar do tempo que ultimamente tenho dedicado à vida política em Odivelas, a qual como todos sabem não é a minha profissão, estava um pouco preocupado com o tempo que tinha tirado à família, mas hoje, ao ver as notas dos meus filhos, as quais foram fantásticas, sinto que consegui equilibrar as coisas.

Hoje estou feliz por eles e por mim.

Odivelas - José Maria Pignatelli constitui bancada independente.

Fonte: Nova Odivelas.

Odivelas tem um novo blogue:

Bairro da Memória II - Paulo Aido (Diário de Odivelas)

28.12.09

Barbie - No Natal há sempre quem goste de a oferecer.

Odivelas - Depressa e bem, não há quem.


Fez na semana passada dois meses que coloquei aqui no blogue um post sobre a forma oportunista como foi feita, por parte da Câmara Municipal de Odivelas, em vésperas de eleições, a entrega de viaturas à P.S.P.. Para além do facto da doação, fiz também referencia ao facto de tal acto ter sido feito, numa cerimónia solene, junto de uma obra que estava a começar à pressa para as eleições, o Jardim da Ribeirada.

O resultado da pressa está à vista e razão tem o povo quando diz:

depressa e bem, não há quem.





Amanhã visitarei o Bairro da Memória.


Marmelada de Odivelas, mais uma história.

Janela do Mosteiro de S. Dinis e S. Bernardo em Odivelas,
por onde se diz que as freiras vendiam a Marmelada.



Já por algumas vezes aqui no blogue tenho feito referência à Marmelada de Odivelas e ao valor que esta marca tem, mas estava longe de imaginar que também a minha família estivesse umbilicalmente ligada a este produto de excelência.

Este valor advém, não só da qualidade do produto, sem dúvida excelente, mas também da sua espiritualidade, a qual foi ganhando ao longo dos séculos, com as histórias e lendas que se desenvolveram e criaram em seu redor.

No Natal que agora passou, por uma amiga de família que tem actualmente 98 anos, soube de mais uma história que se passou um pouco ante de 1900 e que culminou com dois casamentos, um deles, dos meus bisavós.

Na época tanto o meu bisavô José, como o seu irmão Guilherme tinham cerca de 20 anos e embora jovens, eram órfãos de pai. Viviam em Odivelas na companhia da mãe e de uma outra senhora que era professora de bordados numa escola de Lisboa.

No mês de Outubro, como era tradição (ainda é), coziam-se se cá em casa várias panelas de marmelos e faziam-se para além da geleia, várias taças de marmelada. Num desses anos, os dois irmãos deixaram que a senhora que aqui vivia levasse de oferta, para a escola onde dava aulas, um cesto de verga com vários pedaços de marmelada em forma de coração.

O sucesso desta oferta foi tal que a directora da escola ordenou de imediato a algumas das suas alunas que fossem a Odivelas para agradecer a gentil oferta.

Entre essas alunas constavam duas irmãs a Delfina e a Carlota que, por ventura, já encantadas com os saborosos corações que tinham recebido deixaram-se conquistar pelos jovens odivelenses.

A Carlota veio a casar-se com o Guilherme e a Delfina, minha bisavó casou-se com o José.

23.12.09

BOAS FESTAS!


O Menino Jesus Salvador do Mundo

Josefa de Óbidos, 1630 - 1684 (Igreja Matriz Cascais)

Estamos a chegar ao final de mais um ano. Provavelmente muitos de nós consideramo-lo como o mais difícil e mais duro que há memória na nossa curta existência, sendo que para mim o tempo é uma medida abstracta, provavelmente a mais abstracta. Por tudo o que pudemos observar e viver ao longo de 2009, gerou em muitos de nós um clima de incerteza e por consequência de grande intranquilidade.

Nesta altura de Natal e de Final de Ano muitos de nós somos tentados a fazer um balanço e ao faze-lo não posso deixar de perguntar:
- Porquê, afinal de contas, tanta ânsia e tanta intranquilidade?
- Será, que se tivesse estado mais sereno ao longo deste ano não o teria passado melhor?
- Será, que se assim tivesse estado, não teria ajudado mais os outros?
- Quanto mais é que eu poderia ter ajudado outros e a sociedade, se tivesse andado menos egoísta e mais atento, sem que com isso tivesse perdido algo?

Agradecendo a todos aos meus amigos, aos que comigo trabalharam, partilharam opiniões, angustias e alegrias, desejo a todos um Santo Natal e um 2010 cheio de energia, esperança e felicidade.

Odivelas - "Continua A Ladainha da Culpa do Hernâni"

Hoje recebi uma mensagem a solicitar que lesse um post num blog de Odivelas, no Sentido da Seta, o qual eu não conhecia, depois de o fazer deixo aqui o link para "Continua a Ladainha da Culpa do Hernâni".

22.12.09

Segundo a FIFA, este é o melhor golo do ano.

Odivelas - GOP e Orçamento 2010 - Declaração de Voto C.D.S.-P.P.

Declaração de Voto C.D.S.-P.P.
GOP e Orçamento 2010.

Este orçamento e as opções deste executivo formado pelo P.S. e P.S.D., aliás na linhagem do anterior, não augura nada de bom para o futuro do concelho.

E não augura nada de bom:
- porque não tem nenhum plano de fundo para baixar a despesa corrente;
- porque não tem nenhuma inovação em termos de potencializar novas receitas;
- porque está baseado na carga fiscal máxima sobre as famílias, sobre as empresas e em algumas receitas cujas garantias de realização são no mínimo duvidosas, e,
- porque é também o reflexo do custo eleitoral de 2009.

Nesse sentido, embora saibamos que a responsabilização deste mandato seja feita pela população a quem governa o concelho, neste caso ao P.S. e ao P.S.D., o C.D.S.-P.P., não quer de forma alguma ser conivente com este orçamento, por isso e também por respeito em quem votou na Coligação “Em Odivelas Primeiro as Pessoas” só pudemos votar contra.

Odivelas - GOP e Orlçamento 2010 - 2ª Intervenção.

GOP e Orçamento 2010
(2ª Intervenção)


Se uma pessoa ou uma família não pode gastar continuadamente mais do que tem, se uma empresa também não o pode fazer, será que uma Câmara ou um País o poderá fazer?

É que o resultado, caso não se consiga inverter esta tendência, é igual para todos – A FALÊNCIA.

Neste momento esta é a ameaça que recai sobre Portugal e também a sobre a Câmara Municipal de Odivelas.

Não podemos deixar a divida continuar a crescer e a receita para inverter esta situação é a que todos sabemos, diminuir a despesa e aumentar a receita.

Não vemos neste orçamento espelhada a vontade de inverter esta situação.

Sabemos que fazer um orçamento, cada vez mais é uma tarefa complicada, hoje em dia a imprevisibilidade das receitas é um problema bicudo, pois sabemos à partida que há muitos factores que fogem do nosso controle.

Num orçamento a única coisa que podemos controlar com alguma garantia é a despesa, por isso eu digo que cada vez mais o segredo de um bom orçamento está na despesa.

Do que vale estarmos a dizer que não temos dinheiro e depois gasta-lo em coisas tão inúteis como revista municipais?

Do que vale estarmos a dizer que não temos dinheiro e depois vermos gasta-lo em mupis a promover o trabalho do executivo, em vez de promover a actividade económica e cultural do concelho?

Do que vale estarmos a dizer que não temos dinheiro e depois gastá-lo em meia dúzia de eventos sem que se perceba qual interligação e o retorno?

Do que vale estarmos a investir em novos equipamentos e serviços, se depois não temos como mantê-los?

Meus senhores, este é que é o ponto e não vale a pena a Dr.ª Susana Amador dizer que temos que ser criativos na procura da receita, pois já no ano passado ouvimos essa teoria e a criatividade foi o que se viu, a receita a está cerca de 50% abaixo do orçamentado.

Este ano volta-se a fazer o mesmo, não se vê nenhum rasgo de criatividade para arranjar receita a não ser o facto de se ter colocado no orçamento verbas que são tudo menos garantidas, como são o exemplo do processo contra o estado e das A.U.G.I.’s.

Acredito que nesta época natalícia a Dr.ª Susana Amador esteja à espera de uma generosidade divina, que o seu, ou melhor dizendo, o sapatinho da Câmara fiquei cheio de Euros, mas contar, como costuma dizer o povo, com o ovo no cú da galinha, não faz parte de nenhuma boa prática de gestão.

Odivelas - G.O.P. e Orçamento 2010. - 1ª Intervenção.

GOP e ORÇAMENTO MUNICIPAL 2010.
(1ª Intervenção)

Somos chamados hoje, neste ponto, a prenunciar-nos sobre as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2010.

Vamos começar pelo fim, ou seja pelo orçamento.

Este orçamento tal como anterior é-nos apresentado de forma altamente inflacionada, ainda há 3 dias, aquando da avaliação financeira do município constatámos que a taxa de execução era de cerca de 50% e mais grave do que isso que a divida do Município tinha aumentado para níveis de 2006.

Salientamos ainda o facto de no exercício deste ano, a taxa de execução da rubrica receitas de capital ser neste momento de apenas 17%. 7 ME em 42 orçamentados.

Sabemos também que há receitas que à partida são questionáveis:
- As relacionadas com a acção contra o estado,
- As relacionadas com as AUGIS
- Os 4,0 ME de Passivo Financeiro.

Se até aqui falámos da receita, na despesa outro dos pontos importantes para conseguir equilibrar as contas não vemos nenhum esforço para as diminuir as despesas correntes.

Portanto, perante este dados temos algumas dúvidas perante a primeira das grandes opções do plano, a Recuperação Financeira e Saneamento Financeiro do Município. Para além disso, não nos parece correcto, sobre o ponto de vista ético o que se passou no último ano, ou seja, que por ter sido ano de eleições, se tenha hipotecado algum esforço que tinha sido feito para diminuir a divida do município e que agora ainda para mais se venha a pedir semelhante esforço, talvez, quiçá para no próximo ano eleitoral voltar mais uma vez atrás.

Também nos é apresentado a requalificação do Centro Histórico de Odivelas, mas também aqui temos dúvidas, quanto ao empenhamento nesta área. Duas medidas apresentadas aqui nesta assembleia nesse sentido não foram aprovadas, recordo a isenção de IMI para quem reabilitasse edifícios devolutos ou em adiantado estado de degradação e solicitação para que fosse feita uma listagem dos edifícios devolutos e em maus estado de conservação há mais de um ano.

Os investimentos para o Vale do Forno também nos parecem pouco sensatos, pois como todos sabemos o problema de toda a Vertente Sul, a qual não oferece o mínimo de segurança urbanística, carece de uma intervenção radical e de fundo, portanto só faz sentido investir ali se for no sentido de fazer essa intervenção e não de tapar o sol com a peneira. Se um dia a terra tremer com força, vão perceber do que estou a falar.

Também não vemos uma preocupação relevante em apoiar o tecido empresarial do concelho, caracterizado por várias P.M.E.’s, nomeadamente o comércio local, aquele que mais postos de trabalho representa, aliás ficou bem patente aquando da discussão da Derrama.

Também continuamos sem ver a definição de um objectivo estratégico para o desenvolvimento económico do concelho, o qual possa potenciar novas fontes de receita e valorizar o concelho.

Enfim, fala-se no documento apresentado a esta assembleia em preparar o futuro, mas nós perguntamos:

Como é que se pode estar a hipotecar o futuro se estamos a cavar um fosso cada vez maior, ou seja, se de ano para ano o deficit é maior e a divida aumenta.


Finalmente cheguei a casa.


Após 4,30h, já passava da 1,30h da manhã, acabou mais uma sessão da Assembleia Municipal de Odivelas. O C.D.S.-P.P. votou contra as Grandes Opções do Plano e Orçamento 2010, absteve-se no Protocolo de Delegação de Competências, dada a abertura da Sr.ª Presidente em rever os critérios e no Quadro de Pessoal também optou pela abstenção por não ter em seu poder elementos que permitissem avaliar com objectividade este ponto.

Para além disso requereu:
1 - Que lhe fosse entregue o Regulamento para Utilização de Viatura Municipais;
2 - Que lhe fosse informado em que rubrica estava incluída, quando começava e que é que estava contemplado na obra de drenagem da Zona Norte do Jardim da Música, orçada em 50.000,00 euros, a qual o Sr. Vice-Presidente, em substituição da Sr.ª Presidente, informou que iria ser levada a cabo.

Nota: Durante a manhã publicarei as declarações de voto emitidas nesta sessão da A.M. pelo C.D.S.-P.P.



21.12.09

Porque estamos no Natal ...

Porque estamos no Natal.

Porque estamos no Natal.

A.M. Odivelas - Já está.


Como muitos têm conhecimento hoje discute-se na Assembleia Municipal de Odivelas, a partir das 20,30h., as Grandes Opções do Plano, o Orçamento de 2010, o Protocolo de Delegação de Competências e o Mapa de Pessoal.

Neste momento já temos o trabalho fechado e estamos prontos para o discutir.
Uma coisa é certa, com este ou com qualquer outro orçamento, o ano de 2010 será extraordinariamente difícil, mas Odivelas e os Odivelenses podem contar comigo e com o grupo parlamentar do C.D.S.-P.P. para o que der e vier.

Solstício de Inverno.



Odivelas - Hoje,21 de Dez., às 20.30h. há A. Municipal.


Os pontos serão:
- Grandes Opções do Plano e Orçamento 2010;
- Protocolo de Delegação de Competências;
- Mapa de Pessoal.



20.12.09

Ronaldo está de regresso.

NATAL! É BOM E VALE A PENA.


Neste período de Natal alguns de nós andamos um pouco confusos, perguntamos a nós próprios, o que é isto(?), que Natal é este (?); outros andam ainda mais distraídos e nem sequer se dão conta do ambiente onde estão mergulhados; outros há que fazem do Natal um período devoção, de amor de generosidade e de solidariedade.

Pessoalmente não sou contra os presentes, contra as ofertas, contra os cartões de Boas Festas, até penso que tudo isto, de uma forma mais ou menos extravagante consoante a pessoa em questão, é sempre feito com amor e carinho. Penso que todos nós quando compramos um presente, ou uma lembrança, o fazemos sempre com amor e com a intenção de agradar alguém. Isto para mim é positivo, pois é um gesto de amor, de generosidade e de carinho.

Mais, economicamente também é importante, quando se ouvem criticas, daquelas fáceis, a dizer que é uma pouca vergonha a quantidade de presentes que se compra, o dinheiro que se gasta, etc. etc., esquecem-se que são estas mesmas compras e este mesmo consumo, que ajudam em muitos casos, de forma decisiva, a manter o comércio e algumas industrias abertas, por conseguinte a manter postos de trabalho; por isso, atenção! Só por isto, nos tempos que correm, o Natal já é Social.

Esta questão dos presentes está muito relacionada, por um lado com o materialismo crescente que se tem vindo a implantar em toda a sociedade e com o excesso de apelo ao consumo que nesta época do ano se faz notar de uma forma mais evidente; por outro lado, com os presentes e mensagens de conveniência que são comprados e enviadas, sobretudo pelas empresas, com o intuito único, ou quase único, de se poder vir a ter alguma contrapartida.

Partindo para outro ponto, o da espiritualidade, não há duvida que o Natal é importante, é importante pela própria mensagem que traz, a mensagem de esperança na salvação. É importante porque nos faz pensar nos outros, muitas vezes nos mais desfavorecidos, é importante porque junta as famílias, é importante por tantas e tantas razões, e, é importante também porque a muitos de nós faz reflectir, sobre o sentido da vida, a justiça e injustiça, no amor e na falta dele.

Também muitas vezes oiço falar das iluminações, dos efeitos, etc., etc. que tudo são coisas supérfluas, nas quais muitos Euros são esbanjados. Pois é, também aqui não estou muito de acordo com quem tem estas opiniões, não é que não as perceba e que não compreenda onde querem chegar, claro que percebo e sei, mas pergunto:
- não são estes efeitos, estas iluminações, os sinais necessários para que sintamos de uma forma diferente esta época?;
- não servem estas iluminações e efeitos para nos envolver, não só a nós adultos, como ás crianças neste ambiente?

E as festas, essas festas que há aí por todo o lado, em escolas, empresas, lares, prisões, hospitais, associações de solidariedade social, juntas de freguesia, etc., etc., onde se juntam ricos e pobres, brancos e pretos, ciganos, indianos, homens, mulheres, crianças, velhos, jovens e adultos, essas festas não têm razão de existir? Não servem essas festas para ajudar à integração social?; as festas das famílias, umas mais abastadas, outras menos, não tem razão de existir?; as festas para recolher fundos para quem mais precisa, também não? Eu penso que sim, tem toda a razão de existir.

Então, estamos contentes com este Natal, com o Natal que temos?

Não, não estamos.
Não estamos, talvez por alguns exageros que com toda a certeza cometemos, não estamos porque no meio deste Natal em que todos vivemos há alguma hipocrisia, não estamos porque muitos de nós não o vive espiritualmente de forma tão intensa como o devíamos fazer, não estamos também, sobretudo, porque somos exigentes e queremos sempre mais.

Estou plenamente convencido que o NATAL É BOM e que todos nós podemos colaborar para que ele seja melhor, para que tenha muito mais sentido e para que todos nós o possamos aproveitar, para pelo menos neste período reflectirmos, na vida e no sentido que ela tem.

O NATAL VALE A PENA.

Nota:Texto escrito em 19/12/2005

19.12.09

Portugal à beira da Bancarrota,

Revista Festa - Dezembro.

Revista Festa de Dezembro – a 120ª edição – dedica espaços consideráveis a alguns dos mais mediáticos personagens de Odivelas por causas naturalmente diferentes.
A capa é quase toda a imagem de Hernâni Carvalho que dá uma entrevista a respeito da criminalidade sob o título «Quem tem dinheiro, tem defesa, tem recurso e mais recurso. Quem não tem, cumpre pena» e que se pode ler das páginas 13 à 16.

Também com chamada de capa temos apresentação dos livros do jornalista Paulo Aido - «As mais belas orações» e «A mentira de Saramago» em forma de entrevista. Entre as páginas 21 e 24 apercebemos alguma da intimidade do escritor e da sua profunda relação com a religião, mesmo com Deus e acima de tudo com o bem que devemos impor quotidianamente porque foi precisamente por isso que nascemos. Quanto a Saramago, Paulo Aido coloca-o no seu devido lugar, partindo da premissa de «quem medita, quem reza tende a tornar-se numa pessoa melhor… Se calhar falta a Saramago alguma oração» .

Mais à frente fala-se do direito à habitação, à volta da construção clandestina com Carvalho Matos um jurista dos que mais sabe sobre urbanizações de génese ilegal e que em torno da cidade de Odivelas proliferam desde os finais dos Anos 60 pelkas mais variadas razões. Foi sobre isso que o advogado nos falou.

Esta edição da Revista Festa que tem preço de capa de 1€, tem distribuição gratuita em vários locais de Odivelas, mesmo em algumas tabacarias e papelarias. Como é conhecido esta publicação pertence ao Guia do Oeste e vende-se fundamentalmente entre a linha de Sintra e o Bombarral ou mesmo Óbidos.

A.M. Odivelas - Actividade e Gestão Financeira do Município.


Intervenção do C.D.S./P.P.

Este ponto demonstra bem qual foi o cuidado e o rigor financeiro neste ano de 2009, o qual, como todos sabemos, foi marcado por vários actos eleitorais.

Começou mal, logo com a aprovação do orçamento e continuo mal, na sua execução. Este é o orçamento, que desde 2007, tem a menor taxa de execução, apenas 50%.
Vamos por pontos:

Quanto à Receita.

Para além de se ter previsto verbas exageradas que não se vieram a realizar, como por exemplo nas Transferências Correntes e na rubrica Taxas e Multas, esta última, muito influenciada pelo acto eleitoral, há a registar, a incapacidade do executivo em conseguir obter as verbas que estavam previstas na rubrica - “Receitas de Capital”.

Aqui estavam previstos arrecadar 42 M.E. e só foram conseguidos 7 M.E., ou seja, apenas 17%.


Quanto à Despesa.

Nesta rubrica encontramos, como todos sabem, dois tipos de despesa, a Corrente e a de Capital.

A Despesa de Capital, aquela que está relacionada com investimentos, subiu este ano 33%. Não obstante, parte significativa desta verba ter sido destinada à renovação do parque escolar, não podemos ignorar o facto deste aumento se ter verificado, por coincidência certamente, num ano de eleições.

A Despesa Corrente é aquela que mais nos preocupa, pois é a que todos os dias, meses e anos, está garantida. É aquela, onde estão os custos inerentes à actividade diária do município; se a despesa corrente for superior às receitas, teremos sempre, à partida, um agravar da situação.

A Despesa Corrente aumentou 11% em relação a 2007 e 5% em relação a 2008, ou seja, este executivo está a aumentar a despesa corrente em média 5% ao ano.

Esta constatação, numa Câmara com as dificuldades e com o nível de endividamento que é conhecido, é de uma enorme gravidade.


Quanto à Divida.


Em primeiro lugar, destaca-se a divida a fornecedores, cifra-se neste momento em 18 ME, sendo que mais de 6 ME, 50% da dita, são referentes só a 2 meses, imagine-se, Setembro e Outubro.

Por fim, quando vemos a divida consolidada, vemos a confirmação de todas as declarações públicas que fiz ao longo deste tempo. Ou seja, depois de se ter verificado uma certa contenção orçamental entre 2005 e 2008, constatamos que em 2009, justificado por ser um ano eleitoral, o montante da divida voltou a subir para os níveis de 2006.

Neste ano, a divida desta autarquia cresceu cerca de 3,5 M.E. e em vez de 59.M.E., este município deve agora 63,5 M.E.

As eleições não podem justificar tudo, a continuar assim estaremos a prestar um mau serviço à democracia.


Quanto à actividade?

Podia dar vários exemplos, os carros entregues à P.S.P. quando esta competência é do estado e por isso desviando verbas de outros fins esses sim de competência municipal; como a “renovação” apressada do Parque Maria Lamas onde foi substituída relva plantada e que se encontrava boa, por relva em rolo de implantação; ou como o Jardim do Rio da Costa, onde a parte em betão, conforme disse a Sr.ª Presidente em reunião de Câmara ainda esta semana, está já, quase a entrar em obras de rectificação.

Mas como não disponho de muito tempo para falar, vou ficar apenas por exemplo que é representativo.

Jardim da Música:

Foram gastos 2,2 M.E., faltando ainda saber no mínimo:
- A verba que envolve a rubrica – Trabalhos a Mais e a Menos, erros e omissões;
- Onde está o sistema de gestão da dita música, do jardim que hoje é conhecido pelo da música, mas que hoje continua afónico e qual será o respectivo custo;
- Qual o custo dos candeeiros.

Só que, para além do montante do investimento ser significativo e questionável, esta obra foi feita à pressa e agora temos lá os erros que são visíveis à vista desarmada:

- Os candeeiros de energia solar que não funcionam, provavelmente por um erro relacionado com as baterias de gelo. Isto demonstra que não podemos falar só que somos amigos do ambiente, temos saber o que é que estamos a fazer).
- Degradação do Pavimento de Multicamada.
- Erro na construção da escada para a Rua Lourenço Marques, os quais têm provocado diversos protestos dos moradores.
- Falta de drenagem dos terrenos no desnível para P.S.P., Escola e Centro de Exposições, que já está a provocar a entrada de água a rodos na cantina da P.S.P., que encharca toda a área circundante ao centro de exposições e que põe em perigo o muro da escola, que esperemos que não caia com crianças ali a brincar por baixo dom mesmo.

Odivelas - 2010 Ano Municipal Para a Participação Cívica.


Ontem na Assembleia Municipal de Odivelas foi proposto pelo presidente deste órgão, o qual é socialista, que 2010 fosse o Ano Municipal para a Participação Cívica.

Para além do C.D.S. – P.P. considerar uma mediada hipócrita tendo em conta o comportamento a que assistimos por parte do P.S., tanto para com o M.O.C. (movimento independente que se quis candidatar às ultimas autárquicas), como em relação aos vereadores independentes eleitos pela Coligação “Em Odivelas Primeiro as Pessoas”, vimos-nos forçados votar contra esta proposta.

Sem dúvida que esta sensibilização é importantíssima, mas entende o C.D.S.-P.P. que as instituições e a classe politica está descredibilizada junto da população e portanto o ponto de partida deverá ser a inversão desta situação. Por essa razão entendemos que em primeiro lugar deveríamos ter O Ano da Consciencialização Ética e Económica da Classe Politica.

Os socialistas entendem, tal como o afirmaram ontem por várias vezes, ao contrário de nós, dos números da abstenção em todos os actos eleitorais e de estudos como o da S.E.D.E.S., que a democracia, as instituições e a classe politica está muito bem e recomende-se. Os socialistas das duas uma: ou têm vergonha do estado de fragilidade em que se encontra a nossa democracia, ou estão completamente alheados de tudo o que se passa à sua volta.

Como o P.S.D. também votou sim a esta proposta, vá-se lá saber porquê, vamos ter em Odivelas o Ano Municipal Para a Participação Cívica, o qual dará para tirar umas fotos muito bonitas e politicamente correctas.



Nota: Para além dessa razão a proposta do P.S. não englobava um plano de actividades, respectivos custos e objectivos mensuráveis e durante a discussão da proposta não foram aceites recomendações provenientes das mais diversas bancadas.

Já que falei no Expresso.


Aconselho a ler a entrevista feita a António Horta Osório, líder do terceiro maior banco a retalho no Reino Unido. Nesta entrevista (página 3 do caderno de Economia) é feito um diagnóstico da situação portuguesa e aponta para para algumas soluções.


Estava a ver que não,


Hoje o Expresso diz: Jardim pondera liderança do P.S.D.

Há muito que digo em conversas com amigos que Alberto João é melhor opção que o P.S.D. tem para a sua liderança. Com ele Sócrates não fazia farinha e para além disso tem uma grande capacidade de comunicação e obra feita na Madeira.
Dizem-me muitos P.S.D.'s com ligações a vários níveis ao aparelho do partido que ele não tem o apoio institucional do continente que lhe permita ganhar essa corrida e como tal não tem a possibilidade de o vir a liderar, isso eu não sei, mas estou certo que teria um grande apoio popular.

Nota:Embora muitos me venham dizer que eu não tenho nada a ver com isso, que não tenho nada que me meter na vida interna do P.S.D., a verdade é que tenho, não por ser militante, mas por ser português e esse partido ser um pilar importante da vida politica de Portugal, em primeiro lugar sou português.

18.12.09

Não faltava mais nada!

Trabalhadores da EMEL exigem acompanhamento policial para turnos nocturnos.

O PPM no Simplex.

Paulo Pinto Mascarenhas foi à segurança social, como é jornalista no I resolveu contar numa página dessa aventura no refrido diário, ora veja o resultado.

Casamento Gay.


Embora eu entenda que esta não é altura de desviarmos as atenções dos problemas gravissimos que efectivamente afectam o país e os portugueses, a verdade é que este assunto, por ventura, esse também é o objectivo, está gerar grande mobilização, o pedido de referendo para o casamento gay já tem 72 mil assinaturas.



Dramático,


Esta manhã, quando vim trabalhar, tinha 4 "sem-abrigo" a dormir à porta do escritório e agora vi seguinte noticia.

Odivelas - "Reabilitação do Centro Histórico"


No Nova Odivelas de hoje, na página 8, vem um pequeno artigo com o título “Reabilitação do centro histórico”, o qual, depois de o ter lido e relido me levantou de imidiato cinco dúvidas.

Primeiro, ao ler o título pensei que estávamos a falar em reabilitação urbana, mas o seu conteúdo só fala de dinamização económica. Não sei bem se a culpa é de quem o escreveu, se a culpa é da Câmara, mas passo a expô-las:

1ª) Se estamos a falar em reabilitação urbana do centro histórico, não percebo como é que a Câmara não teve, aquando da aprovação da Taxa de I.M.I., a visão de incorporar medidas que incentivassem essa reabilitação, aliás como propôs a bancada do C.D.S.-P.P. em A. Municipal.

2ª) Não percebo como é que foi chumbada, por maioria dos partidos que compões o executivo, P.S. e P.S.D., uma moção apresentada na última A. Municipal, pelo B.E., a qual proponha à Câmara que procedesse à identificação imediata dos prédios urbanos que estão degradados e devolutos há mais de um ano e que posteriormente entregasse essa listagem à A. Municipal.

3ª) Se estamos a falar em “Revitalização económica” e se no quinto ano deste e executivo ainda vamos na fase de inquérito aos comerciantes, então estamos muito atrasados.

4ª) Se não conciliamos a requalificação urbana dos centros históricos, com esta revitalização económica, como é que este projecto poderá ter sucesso?

5ª) As iluminações de Natal que tanto falam, não estando em questão se são bonitas ou não, se foram caras ou baratas, se as pessoas gostam ou não, faz-me lançar a dúvida se terão efeito económicos positivos para os comerciantes, é que à hora de as ver o comércio tradicional está fechado.

Volto a insistir:


Saiba o que fazer em caso de sismo (Clique aqui e passe este link), pode fazer falta, nunca se sabe.

17.12.09

Odivelas - Amanhã às A.Municipal (às 20.30h)

Amanhã, volta a haver Assembleia Geral, dois ponto estão garantidos:
- Proposta para o Ano Municipal Para a Participação Cívica;
- Actividade e Gestão Financeira do Município.

Mas não pensem que por este ano está acabado, é que na próxima segunda-feira à noite, há mais uma Assembleia Municipal, com os seguintes pontos:
- Grandes opções do plano para 2010 e orçamento 2010;
- Protócolo de delegação de competencias;
- Quadro de Pessoal.

Lá estarei!

Jorge Miranda:

"Casamento entre homossexuais é inconstitucional"

Desta vez senti!


Tenho 43 anos, até hoje nunca tinha sentido a Terra a tremer, mas esta noite, tinha acabado de me deitar, estava esticado, de barriga para cima, já com o pensamento distante das incidências da vida, pode-se mesmo dizer num momento ZEN e de repente "zás", começa a cama a abanar. Abanou durante um período relativamente curto (uns 10"), nos quais me pareceram haver dois abanões mais fortes, no primeiro fiquei sem reacção e sem perceber o que se estava a passar, sobretudo porque tudo aquilo foi no meio de um total silêncio, só no segundo, imediatamente a seguir, é que percebi o que era. Aí levantei-me de imediato, pronto para ir buscar os meus filhos, ainda ouvi a minha mulher a refilar por a ter acordado, mas como não voltei a sentir mais nada passados 20-30 e depois de ir ver se tudo estava no lugar já estava ferrado a dormir.

Mas uma coisa é certa, logo a seguir a este abanão comecei a pensar qual o lugar mais seguro para nos abrigarmos e as medidas a tomar nestes casos, como não sabia por onde começar e porque desta vez o senti, hoje fui procurar informação, sugiro a todos que leiam e interiorizem o que se deve fazer em caso de sismo (clique aqui para ver).

Eu já li.

António Barreto - O Estado Novo tinha melhor Justiça.

O Tu-Barão tembém tem Pai Natal.

Veja aqui o "Pai Natal", escrito por Barão da Neves no seu blogue Tu-Barão.

Hernâni Carvalho - Sobre o "Caso Hugo Martins".


Sobre o "Incidente":
O vereador independente salientou o facto de o concelho de Odivelas ter sido de novo destaque na comunicação «Com motivos que não são os melhores», Ironizando disse que Hugo Martins seria um super-homem para bater em quatro militares e mais sério considerou que «O que tenho lido não pode estar muito perto da verdade» e defendeu que até se saber toda a verdade Hugo Martins é inocente. «Estou solidário consigo até que alguém prove que cometeu algum crime» disse dirigindo-se a Hugo Martins.

Hernâni Carvalho criticou o silêncio de Susana Amador afirmando que «A presidente da Câmara esteve tempo demais em silêncio. Quando as coisas acontecem temos de dar a cara por elas. A Câmara devia ter tomado uma atitude pública». Para o vereador esse silêncio «Provavelmente deu origem ao expandir desta situação».

Sobre a posição da Câmara:
Hernâni Carvalho criticou o silêncio de Susana Amador afirmando que «A presidente da Câmara esteve tempo demais em silêncio. Quando as coisas acontecem temos de dar a cara por elas. A Câmara devia ter tomado uma atitude pública». Para o vereador esse silêncio «Provavelmente deu origem ao expandir desta situação».

A propósito - Breakfast in America.

Uma linda manhã de Inverno.

Aqui estou, já sentado à minha secretária, a tomar um café, a fumar um cigarro, a ouvir uma música e a desfrutar com o olhar a vista espectacular sobre o rio Tejo e como se não bastasse, tenho ainda um sol radioso a entrar pela minha janela.

16.12.09

Vitor Peixoto continua a malhar ...

... e não é que a Moçaõ que aprovámos esta semana na A.M. de Odivelas não deu em nada.

Mais um amigo com blogue.


Descobri ontem que um dos meus amigos de longa data, o João Costa, aderiu em Outubro à blogosfera. "Abriu" um blogue pessoal (Tiro ao Alvo) e desde já recomendo a todos que o visitem.

Também por isto é que prefiro a Serra no Verão.

Doze graus negativos gelam Serra da Estrela.

Fonte:
IONLINE.

Báu da Música.

Também aqui o CDS-PP está a crescer.


O CDS-PP não tinha até à data nenhum representante na Junta Metropolitana de Lisboa, após as eleições do passado dia 14 à noite conseguiu eleger três membros, tantos quanto o B.E. que tinha quatro.

Veja aqui a noticia completa.

Caso Hugo Martins - Comunicado à Lusa.


Depois da A.Municipal de dia 14, ontem dia 15, segundo o I, a Sr.ª Presidente da C.M.Odivelas, Dr.ª Susana Amador, enviou uma nota à Lusa onde informa que o Vereador Hugo Martins estava em serviço.

15.12.09

Eu não faria melhor.


O José Maria Pignatelli enviou-me há momentos um comentário fantástico ao texto de Paulo Aido publicado hoje no Diário de Odivelas. Como eu dificilmente faria melhor, coloco-o aqui como post.

"
Caro Paulo Aido,
Bravo!

Bairro da Memória é um trecho Simplesmente fantástico.... pela profundidade.Está no
Diário de Odivelas.
Feito porque tem a capacidade de perceber que é o globo que está errado e a cada vez maior necessidade de dar aos outros, aos muitos que com memória ou sem ela precisam, num mundo cada vez mais cheio de profundas desigualdades.Particularmente depois de abordar a inacreditável doença que é Alzheimer e de conseguir prestar uma delicada vénia que faz e enviar um Bom Natal...
mesmo aos que perderam a memória do que disseram, do que prometeram, do que juraram. E que não têm Alzheimer!

É isso mesmo Paulo Aido.
O planeta está cheio destes personagens para quem amanhã a verdade de hoje é mentira e vice-versa.

Parabéns e será um prazer trocar ideias consigo todos os dias. Espero ter esse prémio.

Obrigado pelo Bairro da Memória."

José Maria Pignatelli

Parabéns!


Os meus vizinhos de escritório, a Brandia Central, vão estar no Euro 2012 e com eles Portugal também já lá está, o logo do Euro 2012, cuja fase final será disputada na Polónia e na Ucrânia é português.

Parabéns!

Fonte: Briefing.

Mais Um Aviso.

Paulo Aido - Aí está.

O Diário de Odivelas publica hoje o primeiro artigo de Paulo Aido, na Coluna "Bairro da Memória".

Desde já saúdo ambos, Paulo Aido e Henrique Ribeiro, por terem criado esta coluna. Odivelas vai ganhar muito em conhecer melhor o Vereador Paulo Aido, as suas ideias, as suas criticas e as suas propostas. Não tenho duvidas!

A Tia Goretti recebeu a prima.


Felizberta, uma prima da nossa amiga Tia Goretti, passou uns dias em Odivelas e comentou na Janela o que viu.

P.S.D. sobre o "Caso Hugo Martins".


"Afinal existe!", é a expressão utilizada por Vítor Peixoto no seu blogue Acreditar Para Viver Melhor, sobre a tomada de posição do P.S.D. neste assunto. Ora veja.

A.Municipal de ontem.


Aí está, mais uma sessão da Assembleia Municipal de Odivelas, quando era suposto fazer o ponto de situação das finanças Municipais, não se passou do "Caso Hugo Martins" e da votação de umas moções apresentadas pelo B.E. e uma pelo P.S.D..

A posição do C.D.S.-P.P. sobre o caso Hugo Martins já é conhecida, não nos prenunciamos enquanto não for apurada toda a verdade, mas por outro lado, também não deixaremos que a mesma seja branqueada.

Contudo, registei a afirmação da Dr.ª Susana Amador quando disse que não se pronunciou publicamente até ao momento, porque queria fazê-lo primeiro em reunião de Câmara e em Assembleia Municipal.

Das moções apresentadas pelo B.E., votámos favoravelmente a que pretendia que os preços da electricidade não subissem mais que a inflação, outra que era uma recomendação para a redução de gases com efeito de estufa e combate às alterações climáticas e outra ainda, que solicita que sejam sinalizados os prédios urbanos degradados e devolutos. Optámos pela abstenção numa moção sobre a conferência de Copenhaga e numa moção de solidariedade com Aminetu Haider.

Sobre a moção apresentada pelo P.S.D. (A Europa do SEC. XXI), a qual pretendia exprimir um voto de congratulação pela assinatura do Tratado de Lisboa, por lapso também nos abstivémos, quando a intenção era votar contra. Não iríamos votar contra pelo tratado em si, mas sim pelo facto do mesmo não ter sido sujeito a referendo, aliás como todos as questões relacionadas com a C.E., adesão e entrada na moeda única, não o foram.

Depois disto foram empossadas as Comissões, votámos para a Junta Metropolitana de Lisboa e cerca das 21H. fomos para casa jantar.

Sexta às 20.30 há mais.

"O PALHAÇO" - Visto por Mário Crespo.

Mário Crespo anda com a pena afiada, o seu artigo de opinião, O Palhaço, editado ontem no Jornal de Noticias é prova disso mesmo. Ora veja:

"O palhaço compra empresas de alta tecnologia em Puerto Rico por milhões, vende-as em Marrocos por uma caixa de robalos e fica com o troco. E diz que não fez nada. O palhaço compra acções não cotadas e num ano consegue que rendam 147,5 por cento. E acha bem.

O palhaço escuta as conversas dos outros e diz que está a ser escutado. O palhaço é um mentiroso. ....."
(Veja o artigo completo aqui).

14.12.09

Quando há objectivos estratígicos bem definidos dá nisto.


Quem diria, que apesar da tão falada crise internacional e actuando numa área tão sensível a estas coisas, como é a do turismo, o Douro bateu em 2009 o recorde de afluência turística.

Mais 21% do que em 2008 é obra.
Fonte: J.N.

Cada vez há mais a pensar como nós.


Bloco Central em Queda.

Os partidos do Bloco Central, PS e PSD, estão a cair de forma significativa nas intenções de voto dos portugueses, tendo atingido o ponto mais baixo dos últimos quatro meses. Em contrapartida, CDS e Bloco de Esquerda estão a ganhar a pouco e pouco a simpatia dos eleitores.

Berlusconi - Este já levou!

13.12.09

Uma semana grande em Odivelas.

Amanhã (segunda-feira) e Sexta-Feira há Assembleia Municipal, quarta-feira Reunião da Comissão, Sábado o último Informalidades de 2009.

Em discussão na A. Municipal vão estar, nada mais, nada menos que: Ponto de Situação Financeira do Município, Grandes Opções do Plano para 2010, Delegação de Competencias, Orçamento Municipal e Regimento da A.M..

Uma coisa é certa, vão ser umas boas sessões para aprender mais um bocadinho.



11.12.09

Odivelas com Trincheiras?

Será que os seguidores dos blogues de Odivelas precisarão delas?

Nobel da Paz: depois de Obama ...


... há quem peça que o próximo seja atribuído à “Internet”.

“Internet For Peace”. Este é o nome de uma recente petição online que propõe a Internet para candidata ao próximo Prémio Nobel da Paz. Entre os promotores da iniciativa, lançada pela revista Wired, estão Georgio Armani e Shirin Ebadi, vencedora do Nobel da Paz em 2003. No manifesto apresentado pode ler-se que “a Internet é um instrumento de Paz” por potenciar as relações entre as pessoas. “O encontro com o outro é o antídoto mais eficaz contra o ódio e o conflito”, explicam os promotores da Internet For Peace.

Fonte: Briefing.


Odivelas - Ainda sobre o "Caso Hugo Martins".


Hoje o Nova Odivelas publica um artigo sobre o caso do "acidente de Hugo Martins", embora, pelo que conheço do Vereador em questão não tenha razões para duvidar da sua palavra, é curioso notar que o actual executivo municipal continua sem comentar o caso.

Um dos vereadores do P.S.D., Carlos Bodião, diz que não alimenta fofocas e que este problema é da responsabilidade da Presidente, até parece que ele não está no executivo e que não tem responsabilidades. A Dr.ª Susana Amador por seu lado não comenta este caso, nem tão pouco esclarece a população sobre todo este folhetim.

Em minha opinião, está mais do que na hora de clarificar esta situação e com isso sim, evitar as fofocas que se ouvem em todas as esquinas do concelho e não só.

Veja aqui o artigo do Nova Odivelas.

Banca confia nossos segredos a terceiros.

Quem tenha processos activos na banca corre sério risco de ver a sua confidencialidade devassada por desconhecidos, porventura nem sequer culturalmente idóneos e formados para manusear este tipo de documentação.

Já não basta que à velocidade de um clic numa qualquer unidade compota rizada num qualquer balcão, um funcionário que não conhecemos fique a saber parte parcial da nossa relação com a instituição, quanto mais indivíduos de fora das instituições bancárias.
É um verdadeiro escândalo.
Por exemplo, o Montepio arquiva processos activos na Urbanos, uma empresa de logística especializada no sector dos arquivos… pelos vistos não só aqueles que estão “mortos”, mas também aqueles que têm histórico em aberto.
De momento não me preocupei em embrulhar-me na legislação sobre a matéria e a(s) conduta(s) de manutenção do sigilo bancário, tanto mais que não estamos a lidar com processos cuja confidencialidade tenha sido levantada a pedido da Justiça.

Preocupo-me apenas com a certeza que existem pessoas que podem vasculhar os meus dados sem que para isso eu tenha autorizado a instituição bancária com quem posso trabalhar.
É no imediato um atentado à privacidade de cada um de nós que nos foi prometida pelo Estado de Direito à luz da cada vez mais banalizada democracia, hoje transformada em libertinagem e não por regras da própria liberdade de convivência.

Vivemos cada vez mais num Estado perigoso, altruísta e terceiro mundista que permite que, cada um de nós, seja mais um número que um cidadão, capaz de contribuir para o tecido empresarial do Estado ou o intervencionado a viver na sua maioria dos contribuintes internos.

José Maria Pignatelli

10.12.09

Ainda o Magalhães...



Porque será?



Palhaço - Será que é a nova palavra de ordem do P.S.D.?


Há dias, em plena Assembleia Municipal de Odivelas, vi e ouvi um vereador cá da terra utilizar a mesma expressão "palhaço", porque ambos representam o mesmo partido, o P.S.D., há algumas questões que poderemos levantar neste momento:

1- Será que estiveram juntos numa sessão de formação?
2- Será que esta senhora teve conhecimento do que se passou em Odivelas e julgou que seria de bom tom utilizar a mesma expressão na A.R.?
3- Será que foi uma mera coincidência?



Qual é a coisa qual é ela ..


... que têm em comum Obama, Arafat, Ramos Horta e a Madre Teresa de Calcutá?



Solução: Um Coração de Ouro

"Mais vale cair em graça do que ser engraçado"

9.12.09

Orçamento Rectificativo, CDS deverá optar pela abstenção.

Hugo Martins desmente agressão à Policia.


Depois de ter sido noticiado em vários órgãos de Comunicação Social Nacional e Local (Odivelas) que Hugo Martins, após um acidente de automóvel, agrediu agentes da Policia, agora o próprio nega o ocorrido.

Veja também o comunicado de Hogo Martins.

Mais um Blogue em Odivelas.

Descobri que o meu amigo Rui Loio também tem um blogue (Primeiro as Pessoas) sobre o que se passa aqui no concelho, por isso, hoje coloquei também o link na coluna Blogues de Odivelas.

Força Rui!


Porque é que ontem foi feriado?


A semana passada, perguntei a vários jovens, uns 20-25 de aproximadamente 22 anos, que estavam aqui no escritório, todos contentes, a falar do feriado que ia haver (1º de Dezembro) se sabiam o que é que se comemorava nessa data. Nenhum sabia.

Hoje vou voltar a perguntar se sabem porque é que ontem, 8 de Dezembro, foi feriado. Aposto que também não sabem (veja aqui a resposta).
Por isso, a partir de agora, sempre que haja um feriado, vou passar a colocar aqui a razão de ser do mesmo.

Aproveito ainda para questionar se faz sentido estarmos a ter feriados, sem que grande parte da população saiba o que está a comemorar?

7.12.09

Ponte Municipal.


A propósito de pontes, o que é que sairá mais caro à população, a câmara estar aberta ou estar fechada?

Pensamento do Dia.

A consideração que tenho por certas pessoas, independentemente do lado do campo em que se encontrem, do resultado e do minuto, faz com que atire com vontade a bola para fora e que suspenda de imediato o jogo.

Odivelas - Desemprego.


Devido a um artigo publicado no Nova Odivelas da passada sexta-feira, uma das questões que teve em destaque foi a taxa de desemprego no concelho. Como não podia deixar de ser Odivelas não foge à regra, embora sem a gravidade a que assistimos em todo o país, também aqui no concelho se nota um aumento do número de desempregados.

Todos foram unânimes em considerar que este executivo não tem feito tudo o que está ao seu alcance nesta área e muitos dos outros tertuliantes, incluindo o socialista Miguel Ramos, consideraram que teria sido um sinal positivo para os empresários do concelho a Câmara ter aceite a proposta apresentada na Assembleia Municipal pelo C.D.S.-P.P. para a Derrama.

Em Odivelas também há cada vez mais pessoas a pensar como nós.


Odivelas – Já há muitos a pensar como eu.


Na última sexta-feira houve mais uma sessão da tertúlia “Informalidades”. Foi notório, tanto nos membros que fazem parte do painel residente, como nos outros tertuliantes presentes na sala, como ainda nos que acompanham através do Odivelas TV que há cada vez mais pessoas a pensarem que P.S. e P.S.D. têm a obrigação moral de mostrar à população o acordo que assinaram para a composição do executivo municipal em Odivelas.

3.12.09

Ele continua por aí.

Parece que tenho companhia, Victor Peixoto não desarma. Ora veja!

Agora a Cofina.


Depois de Mardoch, tal como coloquei aqui ontem, agora é a vez da Cofina vir com a mesma conversa, conteúdos na web a pagar.

"Sócrates também trocou de tlm."

Há 2000 anos já era assim.



"Onde estão os ritos? A religião é publicamente vilipendiada. Que teria ousado, outrora, fazer troça do culto dos deuses? Não nos devemos surpreender que a desonestidade seja geral. Já ninguém tem palavra porque todos perderam a fé. Mesmo os crentes já não crêem na virtude. Outrora, um desonesto era algo incrível. E agora, um tipo verdadeiramente integro é visto como um prodígio. Quanto aos jovens, é melhor nem falar. Onde já vai o tempo em que era visto como um sacrilégio um jovem não se levantar perante um idoso? Em resumo, devoção, correcção, rectidão, palavra de honra, respeito, valor, civismo, património cultural, etc. Tudo isso desapareceu."


Juvenal (sec. I a. C.)

Henrique Neto - Histórico do P.S. sobre o P.S.

Fonte:Diário Económico

"Os minaretes suiços"


Domingos Amaral - Correio da Manhã

2.12.09

Primeira Reunião com a Dr.ª Susana Amador.


O Grupo Parlamentar do C.D.S.-P.P. na Assembleia Municipal de Odivelas, do qual eu faço parte, esteve hoje reunido pela primeira vez com a Dr.ª Susana Amador.

Foi uma reunião que durou aproximadamente 2 horas, foi esclarecedor, decorreu de forma cordial e construtiva.

Olha, olha!

O JOÃO PRECISA.


Se há coisa que detesto é "stressar" logo de manhã e hoje talvez destabilizado com o feriado de ontem, 1º de Dezembro, adormeci quando o despertador tocou pela primeira e segunda vez. Por causa disso acordei com os meus filhos a gritarem: "Pai despache-se, já estamos a ficar atrasados e temos testes á primeira hora."

Tive que comer, tomar banho, fazer barba, vestir-me à pressa e sair a correr para o carro, isto tudo no meio de uma enorme confusão, de alguns gritos à mistura e numa manhã cinzenta cheia de chuva. Enfim, comecei o dia como menos gosto, no meio de um enorme stress.

Confesso que durante essa meia hora, desde que acordei até que deixei aquelas crianças encantadoras na escola, roguei algumas "pragas à vida".

Quando cheguei ao escritório sentei-me à secretária a tomar um café e a ver os emails.

Entre eles recebi um, de uma pessoa que conheço, a pedir ajuda para uma criança, para o João que tem 7 anos e sofre de uma daquelas doenças esquisitas (Síndrome de Alexander), quando acabei de o ler logo pensei: "estou aqui irritado com o meu stress matinal e afinal sou um privilegiado, que estupidez.".

Telefonei para a pessoa em questão e inteirei-me da situação.


Então é assim:

O João tem 7 anos, sofre do Síndrome de Alexander, a única esperança que tem, é ir a Cuba, onde existe uma clínica com os melhores especialistas e os melhores tratamentos, que lhe permitirão ter uma melhor qualidade de vida, contudo os pais, embora trabalhem, não têm disponibilidade financeira para lhe proporcionar este tratamento.


Assim decidi, até porque estamos no Natal (o Natal é isto), abraçar esta causa. Com esse intuito, para além de dar a minha contribuição financeira, a qual infelizmente será sempre simbólica face às necessidades, fazer os mais diversos contactos com o objectivo de o ajudar e difundir esta mensagem para que quem tiver disponibilidade para contribuir:


"VAMOS AJUDAR O JOÃO!"

Quem quiser ajudar pode contactar-me por mail (miguelxb@gmail.com), contactar o pai do João (965659166), fazer uma transferência ou um depósito no B.P.I. (o N.I.B. é:0010.0000.40952980.001.73).

30.11.09

Vitor Peixoto questiona e bem.


No seu post, "que consequências?",Vítor Peixoto questiona e bem, o que é que nos reservará próximo Orçamento do Estado?

… e o Novembro está a acabar.


A nível nacional este mês ficou marcado por mais um caso judicial, desta vez o “Face Oculta”, provavelmente mais um a encher milhares de dossiers, a ocupar dezenas de metros prateleiras, a ocupar juízes, advogados, procuradores, investigadores, etc., etc., para depois ficar em “nada”.
Uma coisa já provocou, mais uns pontinhos para desgastar a justiça portuguesa, a credibilidade da classe política e da própria democracia. Com este caso, a tão falada independência dos órgãos de soberania, poder político/poder judicial também não deixa de levar mais um abalito.

Registe-se também a forma como o Governador do Banco de Portugal (Victor Constâncio) foi mais uma vez surpreendido, desta feita com os valores do deficit. Não satisfeito com isso, ainda aconselhou a subida de impostos.

Já a fechar o mês ficou claro que Sócrates e o seu governo não farão nesta legislatura aquilo que muito bem entenderem. A proposta apresentada pelo C.D.S.-P.P. na semana passada, no sentido de adiar por um ano a entrada em vigor do Novo Código Contributivo, a qual foi aprovada pela maioria dos deputados, foi a prova de que para Sócrates e para os portugueses os tempos são outros.

A nível local (Odivelas), para além das grandes comemorações do 11º aniversário da elevação de Odivelas a concelho, há a destacar:

1 - As tomadas de posse dos novos órgãos autárquicos;

2 – O acordo P.S./P.S.D. para a formação do executivo municipal, a forma notável como o mesmo foi feito e como muitos dos actuais dirigentes do P.S.D. de Odivelas defendem os interesses de quem os elegeu;

3 – Uma semana sem água em Famões;

4– A taxação máxima a nível de Derrama, de I.M.I. e de I.R.S., a qual foi proposta pelo executivo P.S./P.S.D. e aprovada pelos mesmo na Assembleia Municipal;

5 – O aumento inacreditável e incompreensível de algumas taxas municipais, chegando em alguns casos a atingir percentagens obscenas, entre 10 e 300 (trezentos) por cento. As que estão relacionadas com os mercados, cemitérios, feiras e equipamentos desportivo são as que mais sofreram.

6 – A Taxa dos Direitos de Passagem que está relacionada com os cabos da Internet, as quais deveriam ser pagas pelas operadoras, serão pagas por todos, P.S. e P.S.D. assim o entenderam.

Para terminar, aqui no Blogue, depois do mês louco de Outubro, o qual por causa das eleições autárquicas bateu todos os record’s de visitas e de posts visualizados, este foi o segundo melhor mês de sempre, cerca de 2.000 visitas e de 3.500 posts visualizados.

Agora mesmo, visita n.º:

e

1.000 Post's.

Telefonema de última hora.


Recebi há pouco um telefonema da Tia Goretti a dizer que estava com o Ti Zé e com neto em Famões à procura do novo parque infantil da Quinta das Dálias, disse-lhe que não sabia de nada, mas que talvez fosse numa obra que vi em Outubro e que publiquei aqui, será?

Por curiosidade fui ver como está a Serra Nevada.

Ora veja:

Serra da Estrela.


Em Julho estava assim, dei aqui, a cerca de 1.800 mt. de altitude umas belas mergulhaças, hoje cheira-me que não dá para isso.

Alías, como nada mudou, nem de carro dá para lá chegar, as estradas estão fechadas, como em Portugal é habito neste dias.

"Bater no Fundo"

Intressante post este colocado por Rui Crull Tabosa no 31 da Armada.

Será que algum passou o vermelho?


Será que algum dos veículos passou o vermelho, espero que não tenha sido o do Secretário de Estado, era uma vergonha, mas gostava de saber.

Não é por nada, mas parece-me que o bom exemplo nestes casos deverá vir precisamente deste Ministério ou não será assim?



29.11.09

e porque hoje começa o Advento ...

Baú da Música.

ODIVELAS - QUE É FEITO DO ACORDO?


Já lá vai quase um mês desde que o tornaram oficial e o P.S. e P.S.D. continuam sem mostrar o acordo que fizeram e assinaram para formar o executivo municipal. Os odivelenses continuam sem saber porque razão o P.S.D. que na campanha eleitoral tanto criticou o P.S. e a Dr.ª Susana Amador acedeu agora a integrar este executivo.


28.11.09

"A Mentira de Saramago"



Sinópse.
Encaradas pela generalidade das pessoas como pura
manobra de marketing livreiro, as graves afirmações produzidas por José Saramago sobre a Bíblia aquando do lançamento do seu novo romance tiveram o condão de escandalizar e ofender a generalidade dos crentes católicos, afinal a grande maioria da população portuguesa. Impunha-se, por isso, uma resposta à altura. Preparado por Paulo Aido - autor dos sucessos "A Mensagem da Irmã Lúcia" e "O Peregrino de Fátima" -, este livro apresenta 50 histórias retiradas da Bíblia que refutam por completo as teorias do Nobel.

Fonte: Wook.